O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Domingo, 23 de setembro de 2018
 
22/05/2018 09h18 - Atualizado em 22/05/2018 09h18

Vice-governadora recebe ex-ministro Aldo Rebelo e trata de segurança na fronteira

Da redação
 
 
No encontro foram tratadas questões nacionais que refletem ao MS, como a necessidade de apoio da União para blindar as fronteiras.

No encontro foram tratadas questões nacionais que refletem ao MS, como a necessidade de apoio da União para blindar as fronteiras.

A vice-governadora Rose Modesto recebeu na manhã desta segunda-feira (21.5), em seu gabinete na Governadoria, o ex-ministro da Defesa e deputado federal Aldo Rebelo, que cumpre agenda em Campo Grande. No encontro foram tratadas questões nacionais que refletem ao Mato Grosso do Sul, como a necessidade de apoio da União para blindar as fronteiras sul-mato-grossenses.

"A questão da segurança é muito emblemática para nós aqui. Temos duas fronteiras secas, com o Paraguai e a Bolívia, e o tráfico de drogas ocorre pelo chão, pelo ar, pelos rios. Se nós tivéssemos maior presença das forças federais na nossa fronteira diminuiria isso", afirmou a vice-governadora.

Ela tratou também da custódia da população carcerária que onera o Estado. "Esse é um problema seríssimo para nós porque os presos transnacionais que ficam aqui elevam nossa despesa com a segurança. Nós temos uma população carcerária de cerca de 15 mil detentos e cerca de 50% deles deveriam ser custeados pela União. Isso custa R$ 140 milhões ano para manter esses presos, tivemos que entrar na Justiça para não termos mais que arcar com essa despesa"’, detalhou.

Para o deputado federal, o Governo terá de investir cada vez mais em tecnologia voltada para a segurança como forma de driblar as dificuldades, como as dimensões da fronteira brasileira. "O Brasil tem 17 mil quilômetros de fronteira, somente com a Bolívia são 3,7 mil. Por isso, teremos que usar cada vez mais inteligência e tecnologia para conseguir proteger toda essa extensão", afirmou.

Ele destacou o monitoramento por vídeo que já vem sendo feito em diversas cidades de MS como forma de driblar as dificuldades. "Qualquer infração que você identificar na placa pela câmera permite que a abordagem seja feita em cinco minutos. Executamos operações para testar e a eficiência desse sistema é muito grande", destacou o ex-ministro da Defesa sobre o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), nacional e cuja implantação foi iniciada por Mato Grosso do Sul na fronteira com o Paraguai.

Agenda em MS

Na visita, Aldo Rebelo disse ter afinidade com Mato Grosso do Sul e a Capital. "Desde a época de estudante vinha a Campo Grande. Como ministro de quatro ministérios diferentes sempre vim aqui. E Mato Grosso do Sul está situado entre duas fronteiras de desenvolvimento: a agropecuária e a mineral", afirmou ele, destacando que esse potencial deve ser cada vez estimulado.



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro