O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Quinta-feira, 25 de abril de 2019
 
07/10/2018 19h27 - Atualizado em 07/10/2018 19h27

Surpresa surpreende disputa pelo Senado em MS

Andre Farinha
 
 

Para o Senado Federal, diante de uma corrida eleitoral disputadíssima e repleta de nomes consagrados da política estadual, uma grande surpresa marcou o resultado das urnas. Com 99% das urnas apuradas, às 18h37min, o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PTB), já está confirmado como novo senador da República por Mato Grosso do Sul. A segunda vaga em aberto, por enquanto, está indo para a advogada douradense Soraya Thronicke (PSL), surpreendendo á todos.

Nelsinho Trad ficou em primeiro lugar na disputa, somando até agora 18,38% (420.102) votos, enquanto que Soraya Thronicke já soma 16,22% (370.666). O terceiro colocado é o candidato a reeleição Waldemir Moka (MDB), que já recebeu 15,50% (354.356), diferença de pouco mais de 16 mil votos para a segunda colocada. Outro candidato que está na disputa é o ex-secretário estadual Marcelo Miglioli (PSDB), que registra 15,08% (344.595).

O promotor Sergio Harfouche (PSC) obteve até agora 12,68% (289.941), superando o ex-governador e ex-deputado federal Zeca do PT (PT), que soma até agora 12,67% (289.688). O petista sempre apareceu entre os líderes para o cargo nas pesquisas eleitoreiras, na mais recente, feita pelo Ibope e divulgada no dia 5 de outubro, Zeca aparecia em segundo, com 19% dos votos válidos, perdendo apenas para Nelsinho Trad, com 25%.

O ex-senador Delcídio do Amaral (PTC) também saiu derrotado no pleito. O candidato somou 4,77% (109.097) dos votos validos, ele foi o último a registrar sua candidatura para o cargo, mas acabou surpreendido na antevéspera da eleição com uma decisão da Justiça Federal que o considerou inelegível. A defesa entrou com recurso, mas ainda não tem data para o julgamento.

Completam a lista de candidatos a senador: Gilmar da Cruz (PRB), 1,53% (34.928); Mário Fonseca (PCdoB), 1,31% (29.951); Anísio Guato (PSol), 1,23% (28.222); Betini (PMB), 1,23% (28.222); Beto Figueiró (Podemos) e Thiago Freitas (PPL) não tiveram votos.

Para o Senado Federal, foram 2.928.586 votos, deste total, 2.285.755 (78,05%) são votos válidos, 240.683 (8,22%) votos em branco, 373.420 (12,75%) nulos e 394.444 (21,22%) abstenções.



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro