O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Segunda-feira, 20 de novembro de 2017
 
13/11/2017 11h18 - Atualizado em 13/11/2017 11h18

OAB/MS CAAMS e Santa Casa estudam parceria

Da redação
 
 

Com o objetivo de aumentar o leque de opções em produtos de saúde hoje disponibilizados para os causídicos e causídicas, o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul, (OAB/MS) Mansour Karmouche, o Vice-Presidente da OAB/MS Gervásio Oliveira Júnior, e o Diretor Tesoureiro da Caixa de Assistência aos Advogados de Mato Grosso do Sul, (CAAMS), César Palumbo, reuniram-se na tarde de hoje (10) com o Presidente da Santa Casa de Campo Grande, Esacheu Cipriano Nascimento, com o Gerente do Plano de Saúde Idelvan Ferreira Macedo e com os associados Plínio Tude e Carlos Marques para estudar a viabilidade de consórcio entre as instituições.

"O plano de saúde da Santa Casa está propondo receber como associados os advogados como pessoa física, em um modelo chamado ‘coletivo por adesão’, mas também os advogados que tenham escritório como pessoa jurídica poderão contratar diretamente com o plano de saúde Santa Casa e dessa forma ter uma redução dos valores da contribuição" explicou Esacheu.

Segundo o Presidente da Santa Casa, além da estrutura completa da Associação Beneficente, o plano de saúde Santa Casa conta ainda com uma rede de profissionais médicos, clinicas e laboratórios que dão suporte aos associados. "Nossa proposta principal se refere ao atendimento ao advogado de Campo Grande e na Santa Casa. Temos dezessete ambulatórios a disposição para consultas, laboratório, central de diagnóstico por imagem e teremos em breve um Day Clinic, onde todo o atendimento poderá ser resolvido em um dia, além dos setores de neurologia e pediatria funcionando 24 horas" complementou.

Para o Diretor-Tesoureiro da CAAMS, Cesar Palumbo, a tendência é que a Caixa apresente cada vez mais opções para os membros da Ordem "Esta reunião serviu para a apresentação do produto que pretendem oferecer aos advogados, um produto que a princípio achamos muito interessante, e que, sendo um plano municipal, consegue ter um valor menor, que talvez consiga atingir a uma grande parcela de advogados que não tem condições de pagar um plano de saúde" ponderou.

O associado Carlos Marques reitera a posição de Palumbo, e considera o plano ideal para os residentes na Capital "Quando me apresentaram o plano em uma reunião da Associação da Santa Casa achei os preços interessantes, razoáveis, e para os advogados que vivem em Campo Grande, e com as reformas que a Santa Casa fez, é uma plano ideal para uma categoria da advocacia que concentre suas atividades na Capital" frisou.

Contudo, segundo Esacheu Nascimento, a partir de 1º de janeiro os eventuais associados poderão ser atendidos nas unidades de urgência e emergência de qualquer cidade do Brasil que tenha hospital filiado a Associação brasileira de seguro filantopico (ABRANGES), que congrega todos os planos de saúde das santas casa de beneficência. "São cerca de um milhão e 100 mil associados à ABRANGES hoje, e mais de mil hospitais credenciados em todo o Brasil" salientou.

"Vai haver uma propositura formal, e a diretoria da Caixa vai se reunir para avaliar se as condições propostas são benéficas, e a tendência é que apresentemos um leque cada vez maior de opções para nossos advogados" concluiu César Palumbo.



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro