O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Segunda-feira, 20 de novembro de 2017
 
06/11/2017 11h51 - Atualizado em 06/11/2017 11h51

Confira dicas de segurança para lojistas e consumidores no final de ano

Andre Farinha
 
 
Segundo dados públicos, nesta época do ano os números de delitos sobem, principalmente com o indulto de Natal, onde alguns presidiários ganham essa concessão.

Segundo dados públicos, nesta época do ano os números de delitos sobem, principalmente com o indulto de Natal, onde alguns presidiários ganham essa concessão.

Tido como a melhor época do ano para as lojas varejistas, o mês de Dezembro é também o de maior risco para os estabelecimentos comerciais. Com a grande movimentação de clientes, as lojas acabam ficando mais vulneráveis a assaltos e furtos. Os consumidores também devem ficar mais atentos nesse período.

De acordo com Marcelo Cunha, diretor de Tecnologia e Projetos do Grupo GR, empresa que atua na terceirização de serviços, o aumento do fluxo de pessoas nas lojas, principalmente nas ruas de comércio popular, criam dificuldades para a ação policial e tornam o ambiente favorável as abordagens.

"Em caso de saques em caixas, o melhor é fazê-los fracionados. Deve-se evitar ostentar riquezas como relógios, joias e celulares. Fazemos também um alerta quanto ao porte de sacolas de compras, pois, em lugares de grande circulação de gente, o ideal é carregar sacolas e bolsas na frente do corpo. Observe sempre se tem alguém o seguindo, pois sequestros relâmpagos e saidinhas bancárias também são muito frequentes nesta época", disse.

Segundo ele, os lojistas ficam mais visados nesse período em função do aumento do estoque necessário para atender o aumento de demanda e, do consequente aumento do fluxo de valores em caixa, pois, apesar do advento da tecnologia do sistema de pagamento com cartões bancários, há ainda um número expressivo de clientes que efetuam os pagamentos em dinheiro.

Para diminuir os riscos, as lojas utilizam de recursos eletrônicos de segurança para monitorar e inibir ações de criminosos. O mercado vem adotando vários itens de segurança como: cadeados eletrônicos, etiquetas de rastreamento com alarme (RFID) para que possam evitar a retirada do produto não pago, câmeras digitais inteligentes capazes de detectar pessoas com movimentações bruscas, inclusive, algumas possuem o leitor biométrico facial para identificar suspeitos.

"A utilização desses equipamentos deve ser adotada em larga escala por lojistas que buscam prevenir ações que explorem vulnerabilidades e falhas de operação. Seja por meio dos circuitos fechados de televisão ou dos sensores de presença, é sempre possível encontrar algum equipamento que possa ser adaptado aos ambientes internos e externos de sua corporação", comentou.

Confira algumas dias para aproveitar as promoções deste fim de ano com segurança:

Consumidores:

  • Não entre em lojas muito cheias, procure fazer compras em horário de menor movimento, isso vale também para ida ao banco; 
  • Se estiver com crianças: alerta dobrado! Elas costumam ficar impacientes enquanto esperam e a qualquer descuido do responsável elas podem se perder ou mesmo serem sequestradas;
  • Procure manter a bolsa ou pasta sempre firme entre o braço e o corpo, com a mão sobre o fecho e posicionada do lado da calçada;
  • Evite carregar grandes quantias em dinheiro; se houver necessidade divida o dinheiro em várias partes da roupa, porém, evite bolsos traseiros para carregar carteira ou dinheiro; 
  • Não espere o ônibus em paradas desertas e mal iluminadas; 
  • No transporte público, evite viajar em ônibus ou vagões vazios,
  • Em ônibus com poucos passageiros, sente-se próximo ao motorista ou cobrador.

Lojistas:

  • Nunca divulgue a existência de valores em espécie a ninguém;
  • Procure sempre que possível depositar os valores em dinheiro, evitando-se manter grandes somas no local;
  • Mantenha uma boa visibilidade dentro do estabelecimento; 
  • Instale espelhos e equipamentos de segurança;
  • Tenha mais de um cofre, colocando um deles em local bem discreto; 
  • Mantenha a frente e os fundos do comércio bem iluminados no período noturno, e tenha equipamentos de monitoramento, pois eles inibem a ação de criminosos;
  • Escolha locais estratégicos para a instalação dos caixas;
  • Afixe nas paredes do estabelecimento comercial cartazes de proibição de entrada de pessoas usando capacetes, toucas e similares;
  • Observe com atenção e cuidado as pessoas que permanecem um grande período no estabelecimento sem objetivos de comprar ou consumir alguma coisa;
  • Estabeleça códigos entre os funcionários que indiquem situações de risco, tal como uma frase, que, ao ser dita, servirá como alerta para que chamem a polícia. Este código deve ser alterado periodicamente;
  • Fique atento ao contratar pessoas para serviços esporádicos;
  • Nunca reagir contra o bandido, tentando agarrá-lo ou agredi-lo, pois ele poderá estar acompanhado de outros cúmplices; 
  • Se presenciar um furto, ligar para o 190 e tentar não interferir; 
  • Registrar o Boletim de Ocorrência, mesmo que tenha ocorrido somente tentativa de assalto,
  • No caso de furto ou qualquer ocorrência policial, não perca tempo, comunique imediatamente à Polícia Militar mais próxima da área.


Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro