O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Quinta-feira, 25 de abril de 2019
 
24/05/2018 12h37 - Atualizado em 24/05/2018 12h37

Transporte público será reduzido e pode parar, de vez, em cinco dias

Andre Farinha
 
 

A falta de abastecimento vai afetar o transporte público de Campo Grande. Em reunião com a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) na manhã desta quinta-feira (24), o Consórcio Guaicurus obteve o aval para dar início as medidas emergenciais de economia do combustível estocado nas garagens das empresas de ônibus. Como parte destas medidas, 20 veículos deixarão de circular diariamente na cidade já a partir da tarde de hoje.

A partir desta quinta-feira (24) as linhas executivas serão substituídas por convencionais. Já nesta sexta-feira (25) as linhas executivas serão retiradas de circulação. Os veículos articulados também serão substituídos por ônibus convencionais após às 8 horas da manhã. Entre as linhas afetadas estão as que operam pelos bairros Itamaracá, Rouxinois, Los Angeles e Avenida Cafezais.

O Consócio Guaicurus precisava da autorização da Agetran para operar no sistema de ‘férias escolares’, quando diminui de 8% a 10% a quantidade de veículos em circulação, sem o risco de ser autuada pelo Município.

Segundo a assessoria do Consórcio, os estoques de diesel das empresas duram até uma semana, chegando ao máximo a dez dias. Uma nova compra ocorre entre dois a três dias antes do fim desses tanques.

As garagens ainda têm estoque de combustível armazenado, mas já a partir da próxima semana, caso a paralisação dos caminhoneiros prossiga, o diesel vai acabar. O consorcio acredita que os ônibus consigam operar por, no máximo, mais cinco dias.

Providências estabelecidas em reunião do Consórcio Guaicurus e Agetran

  • O sistema adota a partir de sexta-feira (25) a escala de serviços das férias escolares, retirando reforço de veículos nos horários de rush da manhã e tarde. Cerca de 25 veículos a menos.

  • Carros da Linha Executiva (fresquinhos) deixam de circular, pois consomem 30% a mais de combustível. Retirados de linha 23 ônibus. Todas as linhas executivas são atendidas pelos carros convencionais.

  • Ônibus articulados (32 carros) deixam de circular a partir de sexta-feira. Consomem o dobro de combustível numa comparação com os carros convencionais. Se ocorrer aumento da demanda, a situação será revista.

  • Consórcio Guaicurus e Agetran irão acompanhar as linhas com baixa demanda de passageiros, podendo efetuar possíveis ajustes no número de carros.

  • Motoristas estão sendo orientados a levar essas informações aos passageiros.



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro