O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Quinta-feira, 25 de abril de 2019
 
21/09/2018 09h44 - Atualizado em 21/09/2018 09h44

Prefeitura começa a implantar ‘onda verde’ e ativa sincronização em seis vias importantes

Da redação
 
 

Em Campo Grande, seis vias que são consideradas de intenso fluxo de veículos já estão com o sistema semafórico operando de forma sincronizada, com a chamada onda verde. A partir de agora, o motorista que trafegar pela Avenida Afonso Pena e pelas ruas 13 de Maio, Rui Barbosa, Padre João Crippa, Bahia e Antônio Maria Coelho, e mantiver uma velocidade constante, encontrará sempre o ‘verde’ na passagem dos cruzamentos.

Para ativar a onda verde, a Prefeitura, por meio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, programou vários controladores semafóricos de tal forma que os semáforos permaneçam no verde de modo a permitir a passagem dos veículos por vários cruzamentos semaforizados ao longo da via, evitando as desconfortáveis sequências de semáforos, um abre e o seguinte fecha (vice-versa).

O diretor-presidente da Agetran, Janine de Lima Bruna explica que a atual administração recebeu o parque semafórico antigo e sucateado, pela falta de manutenção devida, e que para começar a ativar a onda verde está sendo necessária a recuperação dos equipamentos danificados e a atualização em todo o sistema.

"A onda verde em Campo Grande funcionou de 2009 até 2012, quando a prefeitura parou de dar a devida manutenção nos equipamentos e, com a falta de reposição dos itens necessários o sistema foi perdendo a sincronização. Estamos conseguindo fazer essa modernização gradativa e já colocamos em operação seis vias, com a perspectiva de ativar, em breve, a onda verde em mais sete ruas de grande fluxo", justifica Janine.

De acordo com o diretor da Agetran, foram investidos cerca de R$ 400 mil para a atualização semafórica que permitiu a onda verde nas vias que já estão operando pelo sistema. A intervenção foi executada em aproximadamente 76 pontos distribuídos nestas seis ruas e avenidas.

O motorista poderá perceber as melhorias de fluxo nas seguintes extensões: 13 de Maio (Antônio Maria Coelho até Eduardo Elias Zahran), Rui Barbosa (Fernado Corrêa da Costa até Antônio Maria Coelho), Padre João Crippa (Fernando Corrêa da Costa até a Antônio Maria Coelho), Bahia (Fernando Corrêa da Costa até Antônio Maria Coelho), Afonso Pena (Alagoas até a Praça Newton Cavalcante – frente ao Círculo Militar) e Antônio Maria Coelho (Calógeras até a Ceará).

As próximas vias que terão os conjuntos semafóricos sincronizados pela onda verde são: Calógeras, Pedro Celestino, 13 de Junho, José Antônio, Ceará, Eduardo Elias Zahran e Avenida Mato Grosso.

Janine destaca os benefícios para o motorista que trafega por vias atendidas pela onda verde. "Uma via com onda verde permite que o motorista reduza o tempo de deslocamento, tenha uma redução no consumo de combustível, além de minimizar o estresse e irritação em horários de maior fluxo de veículos. Sem contar, que a medida facilita o acesso com mais agilidade das unidades de socorro como o Samu e os Bombeiros".

Manutenção

Além do investimento na troca e modernização dos semáforos, a Agetran, desde o início de 2017, tem executado serviços de melhoria da estrutura de manutenção dos equipamentos e de toda a sinalização de trânsito (vertical e horizontal).



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro