O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Quinta-feira, 25 de abril de 2019
 
02/10/2018 11h00 - Atualizado em 02/10/2018 11h00

Empresa desiste de Outlet e muda projeto para criar o Shopping do Agronegócio

Andre Farinha
 
 

Campo Grande deve abrigar o primeiro Shopping do Agronegócio do país, o projeto da empresa Rivercom foi apresentado na segunda-feira (1º) ao secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck. O novo empreendimento ocupará as instalações do Shopping Outlet Premier, na região do Indubrasil, que após anos de construção não vai mais existir. Segundo os responsáveis, novas demandas de mercados adensadas em shoppings geraram um excesso de oferta na Capital, causando a sensação de esgotamento das marcas.

O agora Shopping do Agronegócio espera reunir no local todos os segmentos rurais abrangendo produtos, serviços e eventos. No entendimento do empresário Tito Bessa Júnior, proprietário da Rivercom, o agronegócio é o setor mais promissor do país, sendo ainda a principal vocação econômica do Estado. A expetativa dele é lançar o projeto oficialmente nos próximos meses e entregar o centro comercial já no próximo ano.

Para atrair o público para o Shopping do Agronegócio, o empresário espera que o Governo ocupe um dos espaços com o seu ‘Fácil’ (antigo Prático), locais que oferecem serviços públicos à população, mas que seja focado no setor rural. A ideia é que o produtor possa tirar dúvidas, emitir guias de pagamento, Guia para Trânsito Animal, solicitar licenças ambientais, assistência técnica, créditos, além de informações sobre programas de apoio desenvolvidos pelo Governo.

O empreendimento tem 30 mil metros quadrados de área, 115 espaços para operações, e área externa de 110 mil metros quadrados. Já foram aplicados R$ 30 milhões na construção, que inicialmente seria o shopping outlet e, há seis meses, passou a ser pensado no modelo de negócio. "O shopping vai reunir fornecedores e vendedores, além de eventos como leilões e cursos, tudo dentro do conceito de shopping", destacou.

O próprio Governo Estadual já havia realizado obras na região para facilitar o deslocamento do público que frequentaria o novo shopping. Entre os serviços executados está a construção de uma rotatória no anel rodoviário, ao custo de R$ 1,4 milhão, além da duplicação da via, revitalização do asfalto e do acostamento e implantação da rede de drenagem.



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro