O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Domingo, 23 de setembro de 2018
 
14/08/2018 10h59 - Atualizado em 14/08/2018 10h59

Centenário da Morada do Baís terá concerto, espetáculo e ações com foco na preservação de memórias da Capital

Da redação
 
 

No dia 21 de agosto o Sesc Cultura dá largada a uma intensa programação alusiva aos 100 anos da Morada dos Baís, com ações culturais em diversas linguagens e também um circuito de palestras e percursos que visam resgatar memórias da Capital, evidenciando a história e seus patrimônios, que vão das edificações à gastronomia.

"Comemorar o centenário reforça a importância de se valorizar a memória, a história e a cultura de uma comunidade e destaca a responsabilidade do Sesc no papel de formador e incentivador", diz a diretora regional do Sesc MS, Regina Ferro.

Construída entre 1913 e 1918, a Morada dos Baís foi o primeiro sobrado edificado em alvenaria em Campo Grande, serviu de residência à família Baís até 1938, cujo membro mais notável foi Lídia Baís e também marcou história na cidade como a Pensão Pimentel, durante 40 anos.

As ações comemorativas compreendem quatro apresentações de concerto inédito com peças concebidas por Lídia Baís, de 21 a 31 de agosto, com sessões na Morada do Baís e no Teatro Prosa e também o espetáculo "Eu Lídia", uma instalação com criação exclusiva a partir de residência artística na Morada dos Baís, entre novembro de 2017 e julho de 2018. As apresentações serão de 21 a 23 de agosto e de 28 a 31, com última sessão em 01 de setembro. Ambos trabalhos de intensa pesquisa acerca do universo de Lídia, figura emblemática e que ao mesmo tempo desperta grande admiração e curiosidade.

A programação ainda prevê dois percursos, "No Trilho do tempo" propõe uma imersão histórica pelos principais pontos a partir da estação ferroviária, por meio de parceria com o Iphan e o Percurso Cultural tem a proposta de revelar espaços que compõe a memória da Capital, mas que muitas vezes passam despercebidos.

Palestras com foco na memória e patrimônio histórico ocorrem já a partir do segundo dia de programação, 22, quando haverá conversa com ex-ferroviários da Noroeste do Brasil, que contarão suas vivências e, no dia seguinte, palestra sobre todos os processos envolvidos em restaurações de forma a preservar o valor histórico de uma obra de arte, com Aurea Katsuren.

Oportunidade de conhecer em suas minucias o processo de tombamento e restauração da Morada dos Baís, no dia 28 de agosto vão falar ao público a arquiteta Solange Vaz, que se debruçou sobre todo o processo e descobriu s painéis dentro da casa cobertos por tinta; além de profissionais envolvidos no processo de restauração.

Haverá ainda, no dia 28, lançamento do Livro Histórico, arte e vidas em metamorfose, de Fernanda Reis, explorando o contexto feminino em que Lídia despontou e, no dia 30 de agosto, exibição do curta-metragem "Moradas".

A gastronomia sob o foco da biodiversidade e memória afetiva também estarão em foco, em um bate papo com Luiz Camargo do Instituto ATA, do Distrito Federal, Paulo Machado e de Dedê Cesco, estes, chefes de MS com grande destaque. Haverá sessão de degustação.

Serviço – A programação se divide entre ações no Sesc Cultura, Sesc Horto e Sesc Morada dos Baís e pode ser conferida na íntegra, com respectivos horários e locais no site sesc.ms



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro