O Liberdade

Previsão do Tempo

Campo Grande
+29°C
Grupo Liberdade
Sábado, 23 de junho de 2018
 
06/03/2018 10h32 - Atualizado em 06/03/2018 10h32

5 coisas para levar em conta ao planejar um intercâmbio

Da redação
 
 

O intercâmbio é uma experiência única para todas as pessoas que são apaixonadas por descobrir outros lugares, aprender novas culturas e fazer diferentes amizades. Ao contrário do que muitos pensam, a preparação para essa aventura vai muito além do que apenas guardar dinheiro. Abaixo damos algumas dicas do que levar em conta ao organizar um intercâmbio. Confira!

Escolha bem o destino

Um dos principais e primeiros pontos a serem definidos em um intercâmbio é o destino, pois é o país que ditará todos os demais preparos, como pesquisa de hospedagem, instituição de ensino ou orçamento. Por isso, se você deseja ter uma experiência fora do país, comece a pesquisar os destinos que mais te agradam. Leve em conta não apenas o dinheiro, mas também outros fatores, como o curso oferecido, a possibilidade (ou não) de se trabalhar enquanto estuda e o custo médio diário da cidade escolhida.

Planeje-se financeiramente

Para não fazer dívidas e viajar apertado, as palavras-chave são: planejamento e antecedência. Defina a data do seu intercâmbio e comece a se organizar com bastante tempo de antecedência, já pagando as parcelas e poupando uma certa quantia por mês para não ser pego de surpresa. Para fazer isso, pesquise sobre os gastos básicos que você terá durante a estadia, como aluguel, alimentação e transporte. Faça um cálculo e sempre vá com um pouco de dinheiro a mais, caso surja algum imprevisto. Não tenha medo de começar a se planejar antes: muitas pessoas passam anos poupando para conseguir viajar com tranquilidade.

Se não quiser ou não puder gastar muito com os estudos fora do país, a dica é investir em destinos que sejam mais em conta, mas que proporcionem experiências tão incríveis quanto qualquer outro polo educacional. O intercâmbio na Austrália, por exemplo, costuma ter preços mais acessíveis para quem quer fugir de gastos exorbitantes.

Tente viajar na baixa temporada

Se você tem a possibilidade de escolher a época do seu intercâmbio, opte pela baixa temporada! A acomodação, a passagem aérea e até mesmo o preço do pacote de estudos costumam ser mais em conta. Por isso, se o seu foco é economia, é preciso manter-se informado. A alta temporada varia muito de acordo com o país e com a instituição de ensino escolhida, mas, normalmente, acontece durante o verão ou na época de feriados importantes no país.

Defina a hospedagem

A acomodação é um dos pontos que mais costumam confundir os intercambistas de primeira viagem. Muitas são as dúvidas a respeito dessa questão: o que é melhor, apostar em um hotel? Casa de família? Dividir aluguel com outros estudantes? Ficar na moradia da própria universidade? A verdade é que não existe uma resposta única, tudo dependerá do seu estilo de vida, situação financeira e condições oferecidas pela faculdade.

Em geral, a dica é sair do Brasil com pelo menos um mês de moradia garantida, seja em um hotel, hostel ou na casa de algum conhecido. Só depois de chegar ao país você poderá escolher o melhor local para ficar o restante do intercâmbio.

Invista na preparação psicológica

Muitas pessoas levam em conta apenas a preparação prática do intercâmbio, como o destino e o planejamento financeiro, mas se esquecem de também levar em conta o lado psicológico. É preciso ter em mente que essa experiência exigirá maturidade e calma para encarar algumas situações. Por isso, é necessário se preparar. Pesquise sobre o seu país de destino, converse com outras pessoas que já fizeram intercâmbio e entre em fóruns de discussão para aproveitar ao máximo a sua experiência no exterior!



Envie seu Comentário

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.
Copyright 2014 © O Liberdade - Todos os direitos reservados. By Bimboo Software

Expediente | Anunciar no site | Trabalhe Conosco | Reportar Erro